Blog Linux Avante

Envie mensagens de seus scripts para várias plataformas de mensagens usando o PingMe

15 de junho de 2021

Pingme Enviar notificações do desktop para dispositivos

Pingme é uma ferramenta de linha de comando para enviar mensagens ou alertas do Linux, Windows ou macOS para várias plataformas de mensagens como Discord, Slack, Telegram, Teams da Microsoft, Twillio, Mastodon e muito mais.

O desenvolvedor observa o motivo por trás da criação de pingme:

Eu precisava de um pequeno aplicativo que pudesse ligar dos meus scripts de backup, tarefas cron, CI/CD ou de qualquer lugar para enviar uma mensagem com informações específicas.

Serviços:

  • Discord
  • E-mail
  • Line
  • Mastodon
  • Mattermost
  • Teams da Microsoft
  • Pushbullet
  • Pushover
  • RocketChat
  • Slack
  • Telegram
  • Twillio
  • Zulip

Para enviar mensagens para várias plataformas, o PingMe usa a biblioteca Notify, que suporta alguns serviços extras que ainda não são suportados pelo PingMe, como Twitter, WeChat e WhatsApp. O plano é adicionar sua própria API, então outros serviços podem ser facilmente integrados diretamente no PingMe.

A ferramenta suporta argumentos de linha de comando e variáveis de ambiente. Isso significa que você pode enviar uma mensagem como a seguinte (para Telegram neste exemplo):

Comandos para usar no terminal

pingme telegram --token "0125:AAFHvnYf_ABC" --title "Message title" --msg "My message" --channel="-1001001001"

ou exportar as variáveis de ambiente de token e canal, por exemplo TELEGRAM_TOKEN="0125:AAFHvnYf_ABC" e TELEGRAM_CHANNELS="-1001001001", e apenas passar o título da mensagem e o corpo no comando PingMe (pingme telegram --title "Message title" --msg "My message").

Uma coisa que falta no PingMe são instruções para obter os tokens necessários, etc., necessário para enviar uma mensagem para um determinado serviço. Para Telegram, você pode encontrar instruções exatas neste artigo (role até a parte sobre a configuração de Telegram). Para tudo o mais, você precisa procurar as informações sozinho.

Pingme é semelhante a Noti, que eu cobri um tempo atrás, com algumas diferenças. Noti foi criado para acionar notificações quando um comando termina a execução (embora você não tenha que usar só para isso), enquanto o PingMe não tem tais recursos embutidos (mas você ainda pode usá-lo para isso, por exemplo, sudo apt upgrade; pingme ...)

Além disso, enquanto eles têm alguns serviços suportados em comum, como Telegram, Twillio, etc., cada um suporta alguns serviços extras, por exemplo, PingMe suporta Discrod, e-mail, Line, Mastodon e RoketChat, enquanto Noti suporta BearyChat, KeyBase, Pushsafer e Simplepush (bem como bolhas de notificação de desktop e sons, que o PingMe não suporta).

E, finalmente, pelo menos para mim, o PingMe tem a vantagem de que ele funciona no Raspberry Pi OS, e Noti não (parece que Noti só suporta AMD64).

Baixando PingMe

Baixar PingMe

Há binários do Pingme disponíveis para Linux (binários genéricos, DEB e RPM para I386, AMD64, ARM64 e ARMV6), macOS (X86_64 e ARM64) e Windows (I386, X86_64 e ARMV6). Você também pode instalar PingMe usando homebrew, Go Get and Scoop e Docker.

Confira a versão original desse post em inglês
Propaganda
Blog Comments powered by Disqus.
Propaganda