Blog Linux Avante

Estrutura de distribuição e sandbox de aplicativos Linux Flatpak atinge a versão 1.0 estável

20 de agosto de 2018

Flatpak

Flatpak, o ambiente de distribuição de aplicativos Linux, atingiu a versão 1.0 estável. Em comparação com a série estável anterior (0.10.x), a nova versão deve ter instalação e atualizações mais rápidas, permite marcar os aplicativos como em fim de vida e pede ao usuário para confirmar as permissões do aplicativo no momento da instalação, entre outras melhorias.

Flatpak é um utilitário de software para implantação de software, gerenciamento de pacotes e virtualização de aplicativos para Linux. Os aplicativos criados com Flatpak podem ser executados em quase todas as distribuições Linux. Os aplicativos Flatpak são executados em um ambiente sandbox no qual os aplicativos são isolados do resto do sistema e requerem permissão do usuário para acessar seus arquivos ou dispositivos de hardware.

Com o Flatpak 1.0, os usuários são solicitados a confirmar as permissões do aplicativo no momento da instalação. Quando uma atualização requer permissões adicionais, elas devem ser confirmadas pelo usuário antes de realizar a atualização. Devo observar que atualmente não há nenhuma ferramenta GUI, pelo que eu saiba, para o gerenciamento de permissões Flatpak, portanto, até que as ferramentas GUI possam tirar proveito desse recurso, ele se aplica apenas à linha de comando

Outra mudança importante é a adição de um novo portal que permite que os aplicativos criem sandboxes e reiniciem-se, útil para reiniciar automaticamente um aplicativo depois de atualizado, para executar a nova versão e evitar problemas.

Além do mais, Flatpak 1.0 permite marcar aplicativos como em fim de vida. Isso é útil porque os centros de aplicativos como o Gnome Software podem fazer uso disso para avisar os usuários que eles têm uma versão de fim de vida instalada.

Outras mudanças no Flatpak 1.0 desde a série 0.10.x incluem:

  • A instalação ponto a ponto (via pen drives ou rede local) agora está habilitada e suportada por padrão em todas as compilações.

  • Os aplicativos agora podem solicitar acesso ao agente SSH do host para acessar com segurança servidores remotos ou repositórios Git.

  • Uma nova permissão de aplicativo pode ser usada para conceder acesso a dispositivos Bluetooth.

  • Os certificados TLS do host agora são expostos aos aplicativos que usam o p11-kit-server.

  • Linha de comando:

    • Os comandos de instalação, atualização e desinstalação agora pedem a confirmação das alterações antes de prosseguir, a fim de evitar erros e mostrar as permissões de aplicativo necessárias.
    • Novo comando para remover automaticamente extensões e tempos de execução não utilizados (útil para remover quaisquer sobras de aplicativos que você removeu): uninstall --unused
    • Novas opções info, incluindo --show-permissions, --file-access, --show-location, --show-runtime, --show-sdk.
    • repair - corrige instalações interrompidas procurando erros, removendo objetos inválidos e reinstalando tudo o que está faltando.

Você pode querer consultar as notas de versão completas do Flatpak 1.0.

Esta é a versão 0.11.7 do Flatpak (a versão disponível no Ubuntu 18.04) usada para instalar o GIMP a partir do FlatHub - observe que não lista as permissões nem pergunta ao usuário se deve prosseguir com a instalação:

Old Flatpak 0.11.7

Flatpak 1.0 (usado para instalar o GIMP do FlatHub) lista permissões, acesso a arquivos e acesso dbus e pergunta ao usuário se ele deseja continuar com a instalação:

Permissões de instalação do Flatpak 1.0

Com o lançamento do Flatpak 1.0, os desenvolvedores do Flatpak não consideram mais o serviço FlatHub (um armazenamento central para distribuição de aplicativos Flatpak) como estando em beta. Além disso, o principal tempo de execução do Freedesktop, usado pela maioria dos aplicativos Flatpak, também foi atualizado com uma nova política de ciclo de vida, "que inclui uma programação de lançamento regular e garantias para períodos de suporte e atualizações de segurança".

Obtendo Flatpak 1.0

Para saber como configurar o Flatpak em sua distribuição Linux, visite seu guia de configuração rápida.

Dependendo da distribuição do Linux que você está usando, pode demorar um pouco até que o Flatpak 1.0 esteja disponível nos repositórios oficiais. Se quiser usar o Flatpak 1.0 imediatamente, você pode pesquisá-lo em repositórios de terceiros ou compilá-lo da fonte.

No Ubuntu 18.04 e 16.04, Flatpak 1.0 já está disponível em seu PPA oficial, então você pode usar estes comandos para instalá-lo:

Comandos para usar no terminal

sudo add-apt-repository ppa:alexlarsson/flatpak

sudo apt update

sudo apt install flatpak

Se você usa o software Gnome, também pode instalar o plugin Software Flatpak:

Comandos para usar no terminal

sudo apt install gnome-software-plugin-flatpak

Confira a versão original desse post em inglês
Propaganda
Blog Comments powered by Disqus.